Vemox 250

8,00 

Compare
REF: 664 Categorias: , ,

Descrição

O que é Amoxicilina e para o que é utilizado: Cada comprimido Amoxicilinano contém a substância activa: 250 mg de amoxicilina (na forma de amoxicilina trihidratada) e auxiliares: estearato de magnésio, talco, azul brilhante E133, carmoazina E122, amarelo laranja E110, titânio Dióxido, óxido de ferro amarelo, gelatina. Esta droga pertence ao grupo de penicilinas semisintéticas, agentes antimicrobianos de amplo espectro para uso sistêmico. Suprimir o crescimento de microorganismos que causam infecções.

A amoxicilina é usada nos seguintes casos: é indicado para o tratamento de infecções causadas por organismos sensíveis.
• Infecções do trato respiratório inferior (bronquite aguda e crônica, broncopneumonia, pneumonia lobar);
• infecções agudas e crônicas do trato gastrointestinal, ductos bilis (peritonite, colecistite, infecções intestinais);
• infecções agudas e crônicas do sistema urinário (pielonefrite, uretrite, gonorréia);
• infecções purulentas de tecidos moles;
• sepsis;
• infecções do trato respiratório superior (amigdalite, faringite).

 

Não tome Amoxicilina nos seguintes casos:

• Aumento da sensibilidade à amoxicilina ou aos excipientes incluídos neste medicamento, outros antibióticos beta-lactâmicos;
• Mononucleose infecciosa e reações leucêmicas de tipo linfático.
• Efeito farmacológico

 

Farmacodinâmica

• Amoxicilina é um antibiótico de amplo espectro, um derivado de ácido β-aminopenicilânico. Tem ação antibacteriana e bactericida. Inibe a transpeptidase, quebra a síntese de peptidoglicano no período de divisão e crescimento, causa lise de microorganismos.
• Ativo contra cocos gram-positivos e gram-negativos, algumas barras gram-negativas. É destruído por β-lactamases, portanto, microorganismos – os produtores de β-lactamases são resistentes à ação da amoxicilina.

 

Efeitos colaterais

Reacções alérgicas: urticária, eritema, edema de Quincke, rinite, conjuntivite; Raramente – febre, dor nas articulações, eosinofilia; Em casos isolados – choque anafilático.
Efeitos associados à ação quimioterapêutica: possível desenvolvimento de superinfecções (especialmente em pacientes com doenças crônicas ou resistência reduzida do corpo).
Com uso prolongado em altas doses: tonturas, ataxia, confusão, depressão, neuropatias periféricas, convulsões.
Predominantemente quando usado em combinação com metronidazol: náuseas, vômitos, anorexia, diarréia, constipação, dor epigástrica, glossite, estomatite; Raramente – hepatite, colite pseudomembranosa, reações alérgicas (urticária, angioedema), nefrite intersticial, violações da hemopoiese.

Informação adicional

Manufacturer

Substance

Package